Mário Soares deixou herança de 17 milhões

Mário Soares deixou herança de 17 milhões
Maria Henrique Espada 09 de janeiro de 2019

Um colégio, casas, terrenos, uma Fundação à procura de um futuro e depósitos bancários. Dois anos após a sua morte, a SÁBADO investigou toda a herança deixada pelo antigo Presidente da República.


Mário Soares, duas vezes primeiro -ministro, duas vezes Presidente da República, fundador do PS e figura marcante da democracia portuguesa, morreu há dois anos, a 7 de janeiro de 2017, sem deixar testamento –, mas deixando uma herança. Valiosa, mas que, curiosamente, tem sido encarada sem dramas e com tempo pelos dois herdeiros diretos: os filhos João e Isabel Soares. E há razões para isso, mas o processo está em curso.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Investigação
Opinião Ver mais