Marcelo falou com a mulher do português infetado com coronavírus

Lusa 22 de fevereiro de 2020
As mais lidas

Marcelo Rebelo de Sousa adiantou esperar que a confirmação oficial seja dada "daqui a uma hora ou hora e meia", mas sublinhou que "já houve casos em que deu positivo e era um falso positivo".

O Presidente da República alertou hoje para a necessidade de haver confirmação oficial de infeção por Covid-19 de um português que está no navio Diamond Princess, atracado no Japão, antes de decidir que medidas serão tomadas.

Lusa

Marcelo Rebelo de Sousa adiantou esperar que a confirmação oficial seja dada "daqui a uma hora ou hora e meia", mas sublinhou que "já houve casos em que deu positivo e era um falso positivo".

A mulher de um dos tripulantes do navio da empresa Princess Cruises, atracado no porto de Yokohama (Japão), disse hoje à Lusa que o seu marido foi diagnosticado "positivo" com o novo coronavírus.  

    O português, Adriano Maranhão, é, segundo a sua mulher, canalizador do navio e só foi testado há dois dias, tendo sido colocado numa cabine em isolamento há cerca de oito horas.

    A comprovar-se o resultado positivo, este será o primeiro caso diagnosticado de um português com Covid-19.

    Marcelo Rebelo de Sousa admitiu que já falou com a mulher do tripulante que estará infetado e considerou-a "naturalmente ansiosa". 

"Falei com a esposa, ainda antes de falar com os senhores ministros [dos Negócios Estrangeiros e da Saúde] e ela estava naturalmente ansiosa e preocupada, mas ainda não temos confirmação oficial", sublinhou. 

Caso se confirme que o português está infetado com o coronavírus Covid-19, as medidas a tomar de imediato serão, segundo o Presidente, combinadas com as autoridades respetivas.

    Segundo adiantou a mulher de Adriano Maranhão, Emmanuelle, o português "foi examinado pela primeira vez há dois dias", após "terem desembarcado os passageiros".  

    O cruzeiro, ancorado no porto de Yokohama, a sul de Tóquio, é o maior foco de Covid-19 fora da China continental, tendo registado mais de 600 infetados entre os passageiros, dois dos quais morreram. 

    Na quarta-feira, as autoridades japonesas deram início à operação de desembarque dos passageiros saudáveis, findo o período de quarentena do navio, iniciado em 03 de fevereiro, operação que terminou na sexta-feira.

Descubra as
Edições do Dia
Publicamos para si, em três periodos distintos do dia, o melhor da atualidade nacional e internacional. Os artigos das Edições do Dia estão ordenados cronologicamente aqui , para que não perca nada do melhor que a SÁBADO prepara para si. Pode também navegar nas edições anteriores, do dia ou da semana
Artigos Relacionados
Investigação
Opinião Ver mais