Gerente do BIC ajudou grupo a esvaziar conta de general angolano Ndalu

Gerente do BIC ajudou grupo a esvaziar conta de general angolano Ndalu
SÁBADO 14 de fevereiro de 2020

Grupo criminoso que burlou cerca de 110 mil euros ao antigo ministro de Angola e ex-jogador do Sporting, António França, começa a ser julgado em Lisboa.

O general António França "Ndalu", antigo ministro de Angola e ex-jogador do Sporting, foi burlado em cerca de 110 mil euros por grupo que tinha cumplicidade de gestor bancário do banco BIC - antigo Eurobic - da Maia. De acordo com o Jornal de Notícias, o grupo sacou, ao todo, 160 mil euros de quatro contas, burlando outros três cidadãos angolanos.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Investigação
Opinião Ver mais