Frente Cívica quer saber se Ministério Público já pediu prisão de Vara

Frente Cívica quer saber se Ministério Público já pediu prisão de Vara
Carlos Rodrigues Lima 28 de dezembro de 2018

Numa carta enviada à Procuradora-geral da República, a associação liderada por Paulo Morais considera existir uma crescente indignação na opinião pública em relação ao caso do ex-banqueiro


"O Ministério Público envia ao Tribunal de Execução das Penas e aos serviços prisionais e de reinserção social, no prazo de cinco dias após o trânsito em julgado, cópia da sentença que aplicar pena privativa da liberdade". Foi com base neste artigo do Código do Processo Penal que a associação "Frente Cívica" pediu, recentemente, esclarecimentos à Procuradora-geral da República, Lucília Gago, se o Ministério Público já deu seguimento ao pedido de prisão de Armando Vara, já que o antigo banqueiro, condenado a cinco anos de cadeia no processo da Face Oculta, ainda não começou a cumprir a respectiva pena de cadeia.

Numa carta assinada por Paulo Morais, presidente da "Frente Cívica, refere-se que, depois de uma série de peripécias processuais, "finalmente em Novembro a opinião pública tomou conhecimento de que definitivamente o Tribunal Constitucional rejeitara a pretensão de Armando Vara".  Por isso, continuou o autor, "na sequência desta deliberação, finalmente a condenação a cinco anos de prisão no processo Face Oculta terá transitado em julgado, precisamente no dia 11 de Dezembro de 2018".

Certo é que o antigo administrador do Millennium BCP e da Caixa Geral da Depósitos continua em liberdade. E, como referiu Paulo Morais, o "alarme social foi agravado com a entrevista televisiva de Armando Vara ao canal de televisão TVI, em 10 de Dezembro, uma vez que, nesta entrevista, este questiona o sistema de Justiça e insinua comportamentos menos adequados por parte de alguns intervenientes no processo. Fica mesmo a sensação que Vara não respeita a Justiça portuguesa e, consequentemente, não cumprirá as suas decisões".

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Investigação
Opinião Ver mais