DGS: "Vamos ter que monitorizar muito bem o desconfinamento"

C.A.C. 29 de abril de 2020

Diretora-geral da Saúde garante que as autoridades de saúde vão continuar a analisar semanalmente os dados da pandemia em Portugal, mesmo com o aligeirar de algumas medidas de contenção.

O secretário de Estado da Saúde, António Lacerda Sales, que o Governo não quer "ser apanhado desprevenido numa segunda vaga" da pandemia de covid-19 e que o desconfinamento e o fim do estado de emergência estão a ser estudados e analisados. As declarações foram feitas na habitual conferência de imprensa após a divulgação do boletim epidemiológico da Direção Geral da Saúde. 

"Estamos conscientes que não podemos descurar uma segunda vaga. Estamos a capacitar o Serviço Nacional de Saúde, através de um calendário que em altura oportuna será anunciado. Em paralelo, sabemos que há outras organizações que nos vão ajudar nesse aumento de capacitação so SNS. Não queremos estar desprevinidos numa segunda vaga", assegurou o governante. 

A ideia foi completada pela diretora-geral da Saúde, Graça Freitas, que recordou que se vai manter o que se tem feito desde o início da pandemia, um controlo semanal dos números. "Vamos ter que monitorizar muito bem o desconfinamento", reforçou.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Investigação
Opinião Ver mais