A troca de mensagens fatal para Beatriz Lebre

Despacho do Ministério Público descreve os últimos dias do casal Ruben Couto e Beatriz Lebre: os passeios na Expo e uma viagem até à casa dos pais do rapaz. Uma relação que terá sido mantida em segredo, até porque a jovem de Elvas teria um segundo namorado


Um troca de mensagens na noite de 22 de maio foi o rastilho que levou Rúben Couto, 24 anos, a matar Beatriz Lebre, 23 anos, sua colega no mestrado de Psicologia das Organizações e com quem mantinha uma relação amorosa desde, pelo menos, novembro de 2019. A conversa consta dos elementos recolhidos pela Polícia Judiciária num dos telemóveis dos jovens e encaixa na cronologia dos acontecimentos antes da morte de Beatriz descrita num despacho do Ministério Público, a que a SÁBADO teve acesso.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Investigação
Opinião Ver mais