A caça às fortunas escondidas dos ricos e poderosos

A caça às fortunas escondidas dos ricos e poderosos
António José Vilela 13 de junho de 2017

O puzzle demorou 12 anos a construir, mas as histórias e os documentos confidenciais das investigações judiciais são agora revelados em Apanhados, o livro do jornalista da SÁBADO António José Vilela

A gigantesca situação de evasão fiscal durava certamente há muitos anos, mas terá sido nos anos 90 do século passado que os esquemas da fraude se tornaram bem mais complexos e profissionais. Na prática, os novos circuitos internacionais de fuga aos impostos, montados a conselho de especialistas com ligações a bancos como o BES, o Millennium BCP, o BPN e o Finibanco, estavam associados também a inúmeras fortunas pessoais escondidas num gigantesco cofre forte chamado Suíça. Um país conhecido há décadas por proteger até ao limite do inconcebível o anonimato do dinheiro e dos depositantes.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Investigação
Opinião Ver mais