Chefes das equipas cirúrgicas da Urgência do Santa Maria mantêm-se em funções

SÁBADO/Lusa 30 de novembro de 2021
Sábado
Leia a revista
Em versão ePaper
Ler agora
Edição de 12 a 18 de maio
As mais lidas

Conselho de Administração anunciou que se reuniu com os chefes das equipas cirúrgicas de urgências que se tinham demitido do cargo a 22 de novembro e que a "grande maioria" das questões estão solucionadas.

Os chefes das equipas cirúrgicas da urgência do Centro Hospitalar Universitário Lisboa Norte (CHULN) que tinham pedido demissão do cargo chegaram hoje a acordo com o Conselho de Administração e mantêm-se em funções, anunciou hoje o centro hospitalar.

O Conselho de Administração do CHULN anunciou, em comunicado, que se reuniu hoje com os chefes das equipas cirúrgicas do Serviço de Urgência Central que se tinham demitido do cargo em 22 de novembro e que a "grande maioria" das questões relacionadas com organização e distribuição de serviço, estão solucionadas.

"Os chefes de equipa entendem ter condições para continuar a exercer os seus cargos", salienta o CHULN.

Numa nota a que a SÁBADO teve acesso, médicos do serviço de urgência do hospital de Santa Maria referiram não ter condições para garantir cuidados de saúde com segurança aos doentes já a partir do mês de dezembro, contrariando a  garantia da administração do hospital de que, sem resolver o impasse laboral, a urgência continuará a funcionar normalmente a partir de amanhã.

Descubra as
Edições do Dia
Publicamos para si, em três periodos distintos do dia, o melhor da atualidade nacional e internacional. Os artigos das Edições do Dia estão ordenados cronologicamente aqui , para que não perca nada do melhor que a SÁBADO prepara para si. Pode também navegar nas edições anteriores, do dia ou da semana
Artigos Relacionados
Investigação
Opinião Ver mais