2019 no Metro de Lisboa: 365 dias, 356 perturbações

Juliana Nogueira Santos 17 de janeiro de 2020

Foi na linha azul que os comboios mais pararam, durante mais tempo, em 2019. No entanto, os resultados estão a melhorar de ano para ano.

O metro de Lisboa passou 254 horas e 28 minutos com perturbações em 2019, o que corresponde a uma média de 41 minutos por dia. Os dados a que a SÁBADO teve acesso foram registados pela plataforma UnderLX ao longo do ano e mostram ainda que a linha com mais problemas é a linha azul, que tanto tem mais perturbações como passou mais tempo com constrangimentos.

Ao longo do ano que passou a linha azul passou 88 horas e 10 minutos com perturbações na circulação (34,6% do tempo total), seguindo-se a linha amarela, com 79 horas e 54 minutos, a verde, com 55 horas e 37 minutos, e a vermelha, com 30 horas e 47 minutos.

Já se analisarmos a quantidade de perturbações, independentemente da duração, é também na linha azul que há mais incidentes. Ao longo de todo o ano ocorreram 356 perturbações: 120 na linha azul, 117 na linha amarela, 65 na linha verde e 54 na linha vermelha. A linha azul concentra assim 33,7% das ocorrências e a amarela 32,9%.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Investigação
Opinião Ver mais