Suspeito de Estrasburgo gritou "Allahu Akbar", revela procurador

Suspeito de Estrasburgo gritou 'Allahu Akbar', revela procurador
Alexandre R. Malhado 12 de dezembro de 2018

Procurador francês acredita que o ataque em Estrasburgo é um "acto terrorista" feito por um "delinquente radicalizado". Duas pessoas morreram, uma está em morte cerebral e 12 estão feridas.

O suspeito do crime terá gritado "Allahu Akbar" (Alá é grande) quando começou o tiroteio que matou duas pessoas,  deixando feridas outras 12, seis em estado grave, e uma em morte cerebral. 

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Opinião Ver mais