"Regresse vivo da Ucrânia": a linha telefónica para mães encontrarem soldados russos

'Regresse vivo da Ucrânia': a linha telefónica para mães encontrarem soldados russos
Sara Capelo 28 de fevereiro

Foi criada pelo próprio governo ucraniano, que também tem um site com fotos de passaportes de capturados e mortos. É uma forma de fazer guerra psicológica, dizem.

Oksana ligou para uma linha da polícia de Kiev para saber do filho, Yeremenko. Nascido a 21 de agosto de 2001, o soldado não completou ainda os 21 anos. O que pode causar estranheza nesta chamada é que Yeremenko faz parte do exército russo e já serviu até na Crimeia. Por que telefona para a capital do país invadido para pedir novidades sobre o filho? 

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Investigação
Opinião Ver mais