Papa critica Macron e Le Pen

Lusa 06 de maio de 2017
Sábado
Leia a revista
Em versão ePaper
Ler agora
Edição de 21 a 27 de janeiro
As mais lidas

O papa Francisco disse que os candidatos presidenciais passaram o debate a "atirar pedras" um ao outro

O papa Francisco aludiu ao debate entre os candidatos presidenciais em França, criticando que tenham passado o tempo a "atirar pedras" um ao outro.

Getty Images

Francisco, que falava num encontro com estudantes, frisou que falava "não como papa mas como alguém que ouviu falar do que se passou durante um diálogo televisivo pré-eleitoral".

"Onde esteve o diálogo?", questionou, afirmando que os candidatos Emmanuel Macron e Marine Le Pen "atiraram pedras um ao outro, não deixavam o adversário acabar de falar, até com palavras um pouco duras".

O papa considerou que "quando se chega ao ponto de não saber dialogar, o desafio de aprender a dialogar é muito grande" e apelou para "ouvir com gentileza e respeito", falando com os adversários "sem insultos".

O independente Macron e Le Pen, de extrema-direita, enfrentam-se no domingo na segunda volta das eleições presidenciais francesas.

Descubra as
Edições do Dia
Publicamos para si, em três periodos distintos do dia, o melhor da atualidade nacional e internacional. Os artigos das Edições do Dia estão ordenados cronologicamente aqui , para que não perca nada do melhor que a SÁBADO prepara para si. Pode também navegar nas edições anteriores, do dia ou da semana.
Boas leituras!
Artigos Relacionados
Opinião Ver mais