O falso perito em serial killers cuja mulher assassinada nunca existiu

O falso perito em serial killers cuja mulher assassinada nunca existiu
Leonor Riso 13 de maio de 2020

Stéphane Bourgoin construiu uma carreira à base da sua experiência com assassinos em série. Um coletivo online desmascarou-o e às suas mentiras.

Um dos maiores peritos em homicídios de França foi desmascarado por um coletivo online, que não revela a identidade dos seus membros. Stéphane Bourgoin, de 67 anos, é considerado o maior especialista em assassinos em série de França: os seus mais de 40 livros sobre o assunto venderam milhões no país e os seus documentários passaram na televisão. 

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Investigação
Opinião Ver mais