Indonésia teme que haja um segundo tsunami

Carolina R. Rodrigues 27 de dezembro de 2018

O governo do país asiático subiu o alerta de tsunami para o segundo mais alta e ordenou que todos os voos para a área atingida fossem desviados.

A Indonésia subiu o alerta do vulcão Anak Krakatoa para o segundo nível mais alto por ter indícios de que poderá ocorrer um segundo tsunami num futuro próximo, passado cinco dias do primeiro que provocou pelo menos 430 mortos, 159 desaparecidos e mais de 22 mil desalojados na zona de Sunda Strait, entre as ilhas Java e Sumatra, no sábado à noite.

Sutopo Purwo Nugroho, o porta-voz da Agência Nacional de Gestão de Desastres, confirmou que o alerta passou para a posição três numa escala de quatro níveis e que área de exclusão (onde a população é desaconselha a passar) foi alargada de dois para cinco quilómetros. "População e turistas estão proibidos de realizar qualquer actividade num raio de cinco quilómetros" do Anak Krakatoa, informou o indonésio em comunicado.

As equipas de resgate ainda estão a procurar sobreviventes, acompanhadas por profissionais que estão a avaliar o risco de novas erupções, as condições meteorológicas e o mar para concluir qual será a ameaça aproximada de um novo tsunami.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Investigação
Opinião Ver mais