Com 90 anos enfrentou cenário de guerra e deserto para fugir de Mossul

Nuno Paixão Louro 03 de março de 2017

Ajudada pelos netos, Khatla arriscou a vida para fugir ao conflito entre exército e Daesh, em Mossul, no Iraque. Na sua idade passou por muito, mas garante: "Nunca vi uma guerra assim"

Aos 90 anos de idade, Khatla Ali Abdallah tem mais uma história para juntar às muitas que já viveu. Com mais de nove décadas de vida, Khatla será, provavelmente, uma das pessoas mais idosas, dos milhares que fugiram de Mossul, esta semana, quando o exército iraquiano começou a sua ofensiva final para retomar um dos maiores bastiões do Daesh.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Investigação
Opinião Ver mais