Atentados em França: 249 vítimas desde 2012

Atentados em França: 249 vítimas desde 2012
Nuno Tiago Pinto 23 de março de 2018

França é um dos países europeus mais afectados pelo terrorismo jihadista, em número de mortos e de atentados. Desde 2012, já morreram 249 pessoas em 11 localidades


O atentado de Carcassone é o mais recente da série de atentados que têm sido cometidos em França em nome do terrorismo jihadista. Ao todo, desde 2012, já morreram 249 pessoas (sem contar com as vítimas de hoje) em 14 ataques cometidos em 11 localidades, numa contabilidade feita este mês pela eurodeputada espanhola Maite Pagazaurtundúa no Livro Branco e Negro do Terrorismo na Europa

A onda de atentados reivindicados por grupos terroristas islâmicos começou a 11 de Março de 2012. Nesse dia, Mohamed Merah, actuando em nome da Al Qaeda, assassinou uma pessoa em Toulouse. Quatro dias depois, fez mais duas vítimas em Montauban e a 19 do mesmo mês assassinou mais quatro pessoas. O caso só foi dado por encerrado quando o terrorista foi abatido a 22 de Março.

Passaram três anos até França voltar a ser alvo de uma onda de atentados. E 2015 foi mesmo o principal ano em termos de ataques terroristas. O primeiro deu-se logo a 7 de Janeiro quando os irmãos Chérif e Said Kouachi fizeram oito mortos na redacção do jornal satírico Charlie Hebdo, acrescidos de dois polícias e mais duas pessoas. Do ataque, também ele ligado à Al Qaeda do Magrebe Islâmico resultaram 12 vítimas.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Opinião Ver mais