Benfica ou Porto, eis a questão

Rui Miguel Tovar 18 de maio de 2019

Só por uma vez é que o segundo classificado rouba o título ao líder na última jornada: em 1955, culpa de um golo do sportinguista João Martins nas Salésias (2-2 ao Belenenses) a garantir o campeonato ao Benfica do revolucionário Otto Glória.

Escreve Tavares da Silva, seleccionador de Portugal, na habitual crónica de segunda-feira no Diário de Lisboa. "A partida nas Salésias será recordada por muito tempo." Estamos em 1955 e o homem sabe do que fala. Olá se sabe. Já estamos em 2019 e o Belenenses-Sporting de 1955 continua a dar que falar, como único exemplo da 1.ª divisão em que o segundo classificado ultrapassa o líder na última jornada. Celebra o Benfica (3-0 ao Atlético, na Luz), chora o Belenenses (2-2). Obra de um golo aos 86 minutos de João Martins, conhecido como o sexto violino. Nunca visto, jamais repetido.

É mesmo assim, golpe de teatro no campeonato à última jornada só em 1955. Daí para a frente, o líder carimba sempre o título no último suspiro, com menor ou maior sofrimento. Estamos a lembrar-nos, por exemplo, do Porto 2012-13 em Paços de Ferreira, uma semana depois do 2-1 de Kelvin ao Benfica. Antes, o Benfica 2009-10 em casa vs Rio Ave à mesma hora do Braga, segundo classificado. Casos há muitos, como os chapéus na "Canção de Lisboa". Agora o de 1954-55 é único.

O Belenenses respira saúde e anima com o 0-0 na Luz, à 20.ª jornada. A desvantagem de dois pontos é ultrapassável, sobretudo porque o Benfica tem uma dupla jornada complicada, vs Sporting e Porto. Verdade seja dita, 1-1 no dérbi e 3-0 para o FCP no clássico. Num abrir e fechar de olhos, o Belenenses alimenta o sonho e passa para o primeiro lugar isolado. A três semanas de acabar a 1.ª divisão, a classificação reúne Belenenses, Benfica e Sporting com 34, 33 e 32 pontos. Todos os três podem ser campeões. A toada mantém-se até ao dia D. O cenário é animador, com um Belenenses-Sporting nas Salésias e um Benfica-Atlético na Luz.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Opinião Ver mais