Bastidores: A outra força das campeãs do judo

Bastidores: A outra força das campeãs do judo
Rui Hortelão 10 de agosto de 2016

Ana e Telma Monteiro. Raquel e Rafaela Silva. Quatro irmãs, infâncias humildes: as portuguesas num bairro social e as brasileiras numa favela. No desporto encontraram o futuro e esta semana o destino juntou-as num dia inesquecível para todas

Ana e Telma Monteiro. Raquel e Rafaela Silva. Quatro irmãs com infâncias humildes, as portuguesas num bairro social de Almada e as brasileiras na favela Cidade de Deus. Partilham todas a paixão pelo judo e foi no desporto que encontraram as melhores perspectivas de vida. As mais velhas começaram até por ter melhores resultados, mas foram as mais novas que foram mais longe e esta semana chegaram às medalhas olímpicas: Telma à de bronze e Rafaela à de ouro.

Na última edição, a SÁBADO fez uma viagem à escola que trabalha com miúdos das favelas e onde a equipa portuguesa de judo foi treinar. Esta semana, conta-lhe as histórias destas quatro irmãs e como elas se tocam mesmo para lá do judo.

Ana e Sandra Borges, amiga e parceira de treino da judoca, a acompanharem os combates decisivos de Telma 

Acompanhei de perto as emoções de Ana e Raquel a seguirem os combates decisivos das irmãs, a brasileira acabou inclusive a ver o combate de joelhos. No fim, vi as duas felicitarem-se e a festa portuguesa e a brasileira ofuscaram qualquer dos outros medalhados do dia.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Opinião Ver mais