João Magueijo: “Deus faz mal à saúde mental, moral e física das pessoas”

João Magueijo: “Deus faz mal à saúde mental, moral e física das pessoas”
Diogo Camilo 04 de maio de 2019

Começou a gostar de Física através de Einstein e agora “competir” com Einstein é o seu trabalho. Em entrevista à SÁBADO, o autor da Teoria da Velocidade da Luz Variável confessa que não rejeita a hipótese de voltar a Portugal, mas que é em Londres que está o trabalho - mesmo com o Brexit “entre o apocalipse e a palhaçada”.

Em 1999, João Magueijo abismou o mundo da Física ao desafiar um dos factos incontestáveis da Teoria da Relatividade Geral de Einstein com a sua Teoria da Velocidade da Luz Variável (VSL). Nesta, o investigador do Imperial College de Londres rejeitava que a velocidade da luz no vácuo fosse constante e apontava que, num passado distante, tenha sido infinitamente superior ao número que hoje conhecemos.

Quase 20 anos depois da divulgação do primeiro artigo científico sobre a VSL, o cientista, agora com 51 anos, mostra-nos os principais desenvolvimentos desde o lançamento do livro original que explica a teoria e os seus bastidores, Mais Rápido Que A Luz – originalmente publicado em 2003 e, mais de quinze anos depois, reeditado pela editora Clube do Autor.

Via email, João Magueijo conta à SÁBADO que a ciência lhe chegou através de um laboratório em casa, entranhou-se por intermédio de um livro de Einstein aos 11 anos e é agora uma obsessão que não lhe sai da cabeça. Ateu assumido, "rebelde com justa causa" em jovem e sem papas na língua em adulto, não coloca de parte a hipótese de voltar a Portugal, mas critica a "enorme" falta de investimento na ciência que existe por cá.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Investigação
Opinião Ver mais