Luto: Como podem ajudar os amigos?

Susana Lúcio 08 de janeiro de 2017

Estar presentes e disponíveis para ouvir é o mais importante nos processos de luto

Os amigos e familiares devem estar disponíveis para ouvir tudo o que a pessoa enlutada tem para dizer por mais difícil que a tarefa se torne. "As pessoas têm uma compulsão para falar sobre quem perderam e isso não deve ser desencorajado", diz o conselheiro de luto, José Eduardo Rebelo.

Segundo o especialista, não há palavras certas para consolar quem perde um filho. "É melhor dizer que não se tem palavras do que pedir coragem."

Também não se deve censurar atitudes tomadas. A morte provoca um descontrolo emocional que pode originar actos irracionais.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Investigação