A loucura do k-pop e dos que querem aprender coreano

Dina Arsénio 05 de setembro de 2018

A Onda K está a espalhar-se pelo mundo inteiro e os portugueses estão a aderir cada vez mais. Cada vez mais interessados em aprender a falar coreano, como nos conta o professor Teo Nam.

Quando vivia em Seul, Capital da Coreia do Sul, trabalhou durante cerca de cinco ou seis anos para algumas empresas, como um canal televisivo e para o governo, mas não estava satisfeito com a sua vida. "Eu sentia-me aborrecido, no dia-a-dia não havia nenhuma novidade", conta Teo Nam à SÁBADO. Então decidiu escolher Portugal para começar uma vida nova. Razão: desde pequeno que Teo gosta do país mesmo sem nunca o ter visitado antes. "Não existe uma grande razão. Eu sinto-me muito confortável, os portugueses são muito agradáveis, falam sempre com risos e eu gosto muito disso", explica.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Investigação
Opinião Ver mais