IEFP: Queda do desemprego perde ritmo. Construção destaca-se pela positiva

Negócios 19 de fevereiro de 2019

O desemprego registado no IEFP continua a baixar, mas tem perdido ritmo nos últimos meses. O destaque vai para a queda de desemprego na construção.

Por Tiago Varzim - Jornal de Negócios

Portugal tinha 350.772 pessoas registadas como desempregadas nos centros de emprego no final de janeiro, revelou o Instituto do Emprego e da Formação Profissional (IEFP) esta terça-feira, 19 de janeiro. Face a janeiro do ano passado, a queda é de 15,6%, o que sinaliza uma desaceleração do ritmo de melhoria do mercado de trabalho. Ainda assim, há setores com melhorias expressivas como é o caso da construção onde o desemprego registado baixou 26%, em termos homólogos.

"O total de desempregados registados no país foi inferior ao verificado no mesmo mês de 2018 (-64.767; -15,6%) e superior ao mês anterior (+11.737; +3,5%)", adianta o IEFP. De facto, o desemprego registado aumentou nos últimos três meses em cadeia (ou seja, de um mês para o seguinte). No entanto, essa subida, principalmente em janeiro, "está em linha com o padrão observado habitualmente" neste mês nas últimas três décadas, segundo o Ministério do Trabalho. 

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui