Eles também pintam as unhas
14:00Sónia Bento

Eles também pintam as unhas

Fazem-no para dar estilo, mas também há quem use vernizes coloridos em protesto contra os estereótipos de género. São cada vez mais os homens a aderir à moda em Portugal.

Superficialidades Desenvoltas - Parte II
28 de novembroJoão Pedro George

Superficialidades Desenvoltas - Parte II

Diogo Ramada Curto revela-se insensível à multiplicidade de esferas e de configurações, à diversidade de actores e de micro-poderes que constituem o campo da luta contra a estigmatização racial, e parece querer centrar a questão numa única dimensão — a matriz político-partidária.

O pântano italiano

O que se abre aqui, neste jogo das alianças pós-eleitorais possíveis, é tão só a velha porta do pântano italiano. Foi também em nome da estabilidade, da governabilidade e, claro, do fantasma anticomunista, que Itália foi governada meio século por coligações de democratas-cristãos, socialistas, liberais e republicanos.

Novos casos, velha corrupção

Nestes 30 anos, os processos não têm parado. Há corrupção nos militares, nos hospitais, nos tribunais, na segurança social, fundos comunitários, transportes, ambiente. Há corrupção nas rendas do Estado e nas barragens. E isso, não tenhamos ilusões, não vai parar. Os casos serão sempre novos, mas a corrupção já muito velha.

Onde está a alternativa a Costa?

Esquerda e direita estão, afinal, a dar a Costa o fôlego de que necessitava como pão para a boca. O líder do PS sabe bem que o seu governo está desgastadíssimo e que não resistiria mais um ano e meio. Chegaria exausto às eleições de 2023.

O triunfo do Chega

Vamos ter um País enredado numa paralisia política com efeitos económicos sérios, que vai atrasar a recuperação pós-Covid. Com eleições antecipadas, a economia sofrerá os impactos negativos de ver a bazuca financeira europeia a deslizar para o segundo semestre do ano que vem.

A Newsletter As Mais Lidas no seu e-mail
Às Sextas-Feiras não perca as notícias mais lidas da semana