O clima de terror que se vive na TAP
OntemMargarida Davim

O clima de terror que se vive na TAP

Baixas por cancro e acidentes de trabalho estão a ser contadas como faltas no processo de rescisões que alguns trabalhadores descrevem à SÁBADO como "assédio moral". Garcia Pereira diz que já houve um suicídio. E há quem alerte para riscos de segurança nos voos.

Assédio sexual no trabalho: o que é e como reagir se for vítima
07 de maioSÁBADO

Assédio sexual no trabalho: o que é e como reagir se for vítima

Em que consiste o assédio sexual em contexto profissional? O sociólogo Bernardo Coelho, que fez parte da equipa que investigou o tema para um estudo do Centro Interdisciplinar de Estudos de Género, do ISCSP, reúne respostas e soluções para quem passa pela situação e não só.

O que propõem os partidos para regular o teletrabalho
05 de maioLusa

O que propõem os partidos para regular o teletrabalho

Parlamento começa esta quarta-feira a debater as regras que deverão vigorar depois das leis da pandemia. Em cima da mesa estão 10 projetos de lei, que vão de acordos de teletrabalho reversíveis ao pagamento das despesas dos trabalhadores em teletrabalho.

Bairro Arménio

Biden pretende impor um ritmo e um tom diferente na sua política externa. Sendo cedo para afirmar se tal irá contribuir para alienar ainda mais os aliados e os rivais internacionais da órbita norte-americana ou se conseguirá impor uma inflexão nos percursos autoritários e repressores de muitos desses países.  

O direito a não ter medo, por Joana Emídio Marques
02 de maioJoana Emídio Marques

O direito a não ter medo, por Joana Emídio Marques

A jornalista detalha, num texto para a SÁBADO, o episódio do assédio sexual que terá sido protagonizado pelo ex-diretor editorial da Porto Editora, Manuel Alberto Valente.

Assédio sexual: Envie-nos a sua história e denuncie
29 de abrilLucília Galha

Assédio sexual: Envie-nos a sua história e denuncie

Pode fazê-lo através do email investigacao@sabado.cofina.pt ou das redes sociais da SÁBADO. Junte-se às 17 mulheres que contaram na primeira pessoa as situações de que foram alvo.

Bastidores: Quebrar o silêncio
28 de abrilNuno Tiago Pinto

Bastidores: Quebrar o silêncio

Damos voz a um grupo de mulheres que denuncia as situações de assédio de que foi alvo e pedimos às leitoras que partilhem connosco a sua história. Para denunciar comportamentos inaceitáveis e impedir que as nossas filhas passem pelo mesmo.

A Newsletter Geral no seu e-mail
Tudo o que precisa de saber todos os dias. Um resumo de notícias, no seu email. (Enviada diariamente)