"Vou-lhe já cortar a palavra!" Inês de Medeiros cala cidadã por usar termo "Almada colonial"

'Vou-lhe já cortar a palavra!' Inês de Medeiros cala cidadã por usar termo 'Almada colonial'
Alexandre R. Malhado 06 de dezembro de 2022

A presidente da Câmara Municipal de Almada cortou a palavra a uma cidadã que a interrogava sobre o realojamento aos moradores do bairro do 2.ª Torrão. PSD admite à SÁBADO ter percebido reação da autarca, BE condena.

Foi um momento insólito da última reunião ordinária da Câmara Municipal de Almada. Inês de Medeiros, presidente da autarquia, cortou a palavra a uma cidadã por usar a expressão "Almada colonial" para descrever a ação do executivo camarário no caso das demolições no Bairro do 2.º Torrão.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Investigação
Opinião Ver mais