Venda de Escola Profissional ao Grupo GPS provoca demissão no PS

Rui Avelar 25 de maio de 2020

Autarca do PS/Mealhada deixou a Comissão Concelhia em discordância com a venda da Escola Profissional do Município ao Grupo GPS, envolvido num processo judicial sobre corrupção


Um autarca do PS/Mealhada renunciou à qualidade de membro da Comissão Concelhia do partido em discordância com a venda da Escola Profissional do Município ao Grupo GPS, envolvido num processo judicial sobre suspeitas de corrupção soube, a SÁBADO.

Nuno Veiga, que foi aluno da Escola de Vasconcellos Lebre, votou contra a homologação do negócio, por 491 mil euros, aprovada, no dia 23 de maio, pela Assembleia Municipal (AM), e a presidente do órgão de fiscalização da Câmara bairradina, Daniela Salgado, absteve-se.

O PS/Mealhada, cuja Comissão Concelhia é presidida pelo líder do Município, Rui Marqueiro, possui maioria tangencial no universo de autarcas eleitos (21) para a AM e desfruta de mais seis assentos, correspondentes aos dos presidentes das juntas das freguesias do concelho.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Opinião Ver mais