"Temos que conquistar uma maioria o mais ampla possível"

'Temos que conquistar uma maioria o mais ampla possível'
Carlos Rodrigues Lima 26 de maio de 2018

Ascenso Simões, antigo secretário de Estado de António Costa, defendeu um caminho isolado para o PS, sem qualquer aliança

Ascenso Simões, deputado do PS, defendeu este sábado no XXII Congresso do PS, que o partido deve "conquistar uma maioria o mais ampla possível" de forma a afirmar-se sozinho nas próximas eleições. O deputado, antigo secretário de Estado de António Costa no primeiro governo de José Sócrates, recordou que,  há dois anos e meio, foi contra a solução "geringonça", admitindo, porém, que o modelo com o PCP e BE tem funcionado. Porém, foi claro, nas próximas eleições deve afirmar-se sozinho.
Ascenso Simões rejeitou ainda um entendimento com o CDS, que classificou como um "partido infantil" e com o PSD de Rui Rui. Recordando o tempo em que trabalhou com António Costa, o deputado partilhou com o congressistas a "teoria do poço", que era usada nesses tempos: quando se está no fundo do poço, sem qualquer hipótese de subir, António Costa resolve, contou. Resta saber como será nas próximas eleições.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Investigação
Opinião Ver mais