Rui Rio diz que abstenção deve servir de lição para todos os partidos

Rui Rio diz que abstenção deve servir de lição para todos os partidos
Diogo Barreto 26 de maio de 2019

O líder do PSD concedeu a derrota para o PS e afirma: "Ou o PSD chega a outubro como alternativa ao PS, ou não há alternativa ao PS", reafirmando o PSD como grande partido da oposição.

Rui Rio, o líder do PSD, comentou este domingo o resultado eleitoral do PSD nas eleições europeias. Afirmando não ser um grande resultado, deixou uma palavra de agradecimento a todos os envolvidos na campanha e disse que a maior ilação a tirar destas eleições é que é preciso renovar as campanhas, para conseguir diminuir a taxa de abstenção.

No seu discurso, Rio começou por agradecer a todos os candidatos do PSD pelo empenho na candidatura e na campanha que fizeram e deixou uma palavra especial a Paulo Rangel, cabeça de lista social-democrata, que se levantou para uma ovação na sala de conferência. Minutos antes, Rangel tinha reconhecido responsabilidades pelo fraco desempenho do partido que perde um eurodeputado. 

"Queria deixar uma palavra especial para Carlos Coelho que não conseguiu ser reeleito por ser o sétimo candidato, quando o PSD só conseguiu eleger seis", disse Rio, relembrando que o eurodeputado aceitou passar de segundo candidato para sétimo lugar da lista, mesmo sabendo que podia pôr em risco o seu lugar. 

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Opinião Ver mais