PSP vai fiscalizar segurança de animais de companhia e cães perigosos

Lusa 29 de janeiro de 2018
As mais lidas

Será uma acção preventiva, "com enfoque na sensibilização, mas que não deixará de incidir na fiscalização das normas legais em vigor.

A PSP inicia hoje, até sábado, uma operação focada na segurança dos animais de companhia, nomeadamente cães perigosos e potencialmente perigosos, nos principais centros urbanos e nas regiões autónomas.

Segundo a PSP, será uma acção preventiva, "com enfoque na sensibilização, mas que não deixará de incidir na fiscalização das normas legais em vigor, nomeadamente a utilização de trela/peitoral ou açaimo na via pública, o registo dos animais de companhia e a vacinação obrigatória".

Os agentes vão ainda verificar, no que respeita a cães perigosos e potencialmente perigosos, se os seus donos têm formação específica credenciada.

Segundo a actual legislação, o treino de cães perigosos ou potencialmente perigosos tem que ser obrigatoriamente ministrado por treinadores detentores de certificados de qualificação emitidos pela PSP ou GNR.

Esta operação recebeu a designação "Odeta" em homenagem à cadela, de raça pastor alemão, que esteve ao serviço do Grupo Operacional Cinotécnico da PSP desde 2007 até 1 de Outubro de 2015, dia em que morreu.
Descubra as
Edições do Dia
Publicamos para si, em três periodos distintos do dia, o melhor da atualidade nacional e internacional. Os artigos das Edições do Dia estão ordenados cronologicamente aqui , para que não perca nada do melhor que a SÁBADO prepara para si. Pode também navegar nas edições anteriores, do dia ou da semana
Artigos Relacionados
Investigação
Opinião Ver mais