PSD avisou que era preciso pagar salas de eventos

PSD avisou que era preciso pagar salas de eventos
Ana Taborda 22 de fevereiro de 2017

Todas as estruturas do partido foram alertadas: em 2012, deixaram de poder utilizar gratuitamente espaços públicos para eventos políticos. José Matos Rosa, secretário-geral, detectou seis situações que "foram ou estão a ser regularizadas"

O PSD acredita que os processos relativos à utilização gratuita de espaços públicos para eventos do Partido – o Centro Cultural Olga Cadaval, em Sintra, ou o Pavilhão Centro de Portugal, em Coimbra, onde se fizeram convenções autárquicas, por exemplo  – deverão ser "arquivados". José Matos Rosa, secretário-geral do PSD, admite à SÁBADO que foram detectadas seis situações, em diversos distritos do país e que todas "foram ou estão a ser regularizadas, sendo os valores [em causa] materialmente irrelevantes". O PSD entende, por isso, que a "situação fica assim completamente esclarecida, devendo estes processos serem arquivados."

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Investigação
Opinião Ver mais