Paulo Catarro: "Sim, sou consultor da Sonangol. Mas fui jornalista dos bons"

Paulo Catarro: 'Sim, sou consultor da Sonangol. Mas fui jornalista dos bons'
Marco Alves 16 de março de 2017

Era correspondente da RTP em Luanda e saiu há dias para ir trabalhar para o estado angolano, via petrolífera. Em entrevista exclusiva à SÁBADO, recusa que seja sinal de ter sido macio para o regime

Paulo Catarro tem sido apontado em alguns meios angolanos como estando a ocupar um lugar de assessor na Sonangol dias depois de ter saído da RTP, onde era jornalista há quase 30 anos. 

Parecia haver poucas certezas e, após um primeiro contacto via Facebook, o próprio Paulo Catarro recusou-nos qualquer confirmação.

Ainda assim, noutros lados havia certezas. Por exemplo, o portal Clube K Angola publicou esta notícia sobre Paulo Catarro, onde especifica as suas funções no "no 7.º andar do edifício sede da Sonangol" e cita fontes internas a revelarem (ainda que de forma pouco sustentada) algum desconforto de "cariz xenófobo".

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Investigação
Opinião Ver mais