Passos Coelho: Governo "herdou muito menos" problemas

Passos Coelho: Governo 'herdou muito menos' problemas
Leonor Riso 21 de outubro de 2016

Ex-primeiro-ministro diz que Governo foi "desastroso a lidar com os problemas do sistema financeiro", como o Banif e a CGD

Passos Coelho acusa o Governo de ter sido "desastroso a lidar com os problemas do sistema financeiro" e garante que António Costa "herdou muito menos de metade da situação" que ele herdou, quando chegou ao poder.

O ex-primeiro-ministro critica o PS por ter gerado "um problema com o Banif que teve consequências para o sistema financeiro e para o Estado português". Contudo, sustenta que a um banco que estivesse na situação do Banif, só se podia fazer duas coisas: "Ou é resolvido ou é liquidado".

"Quando apanhei com o problema do Banif esse problema era muito maior do que quando saí do Governo. E era muito maior na CGD, e muito maior nos outros bancos", garante Passos Coelho. "Nos quatro anos em que fui primeiro-ministro, estimo que o sistema financeiro tenha limpo 20 mil milhões de euros. Só a CGD fê-lo em 5 mil milhões." Para Passos, o Governo foi desastroso por condicionar a venda do Novo Banco por falar de liquidação e nacionalização, e por quase ter deixado "a Caixa sem administração". "Propôs-se fazer um processo de reestruturação preparado por quem nem era ainda administrador do banco", que teve acesso a informação privilegiada, critica o líder social-democrata.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Investigação
Opinião Ver mais