"Noite de facas longas" no PSD

'Noite de facas longas' no PSD
Margarida Davim 08 de dezembro de 2021

Proposta de listas para as legislativas deixou Conselho Nacional em alvoroço. Críticos falam em limpeza total. E há dúvidas sobre a legalidade da lista para Lisboa. Mas os nomes propostos foram aprovados, com 67 votos a favor, 21 contra e seis abstenções.

A proposta de Rui Rio para as listas de deputados começou a circular pelos conselheiros nacionais do PSD por volta das 22h30. Olhando para os nomes escolhidos, os críticos da liderança só tiraram uma conclusão: houve uma "limpeza total" dos que não estavam com o líder nas últimas diretas. A tensão é grande e já foram várias as intervenções a atacar a divisão do partido.

Bruno Vitorino, ex-deputado e ex-líder da distrital de Setúbal, subiu mesmo ao púlpito para falar numa "noite de facas longas", criticando a forma como deputados como Duarte Marques ou Cristóvão Norte foram excluidos. "No meu tempo o critério que havia era o da competência", atacou, dizendo ser "uma vergonha" e demonstrar "tiques de ditadorzeco de terceira classe" afastar aqueles que foram dos melhores deputados do partido por causa de "um critério de lealdade".

Rangel diz que está "triste"

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Investigação
Opinião Ver mais