Motoristas confirmam greve "cirúrgica" de 7 a 22 de setembro

Cátia Andrea Costa 21 de agosto de 2019

Anúncio de pré-aviso de greve surge após reuniões entre o Sindicato Nacional dos Motoristas de Matérias Perigosas, o Governo e a ANTRAM que terminaram sem acordo.

O Sindicato Nacional dos Motoristas de Matérias Perigosas avançou mesmo para a entrega do pré-aviso de greve ao trabalho suplementar, feriados e fins de semana, esta quarta-feira. Em conferência de imprensa, o presidente do sindicato, Francisco São Bento, explicou que a "greve cirúrgica" vai decorrer de 7 a 22 de setembro. Esta "greve geral dos motoristas incidirá somente sobre as horas de trabalho acima das oito horas nos dias úteis, sobre o trabalho aos fins de semana e feriados, ficando, assim, assegurado todo o trabalho nos dias úteis, durante as oito horas diárias de trabalho", assegurou o dirigente sindical.

Francisco São Bento garantr que a decisão é uma resposta "à intransigência da Antram [Associação Nacional de Transportadores Públicos Rodoviários de Mercadorias] em não aceitar" os "princípios básicos e legais" que os motoristas consideram essenciais "como ponto de partida para a mediação negocial". Em Aveiras de Cima, o presidente SNMMP garantiu que "os trabalhadores não trabalharão de graça, nem existirão pagamentos por baixo da mesa, não tributados".


Este anúncio de pré-aviso de greve surgiu após uma reunião na terça-feira entre o Sindicato Nacional dos Motoristas de Matérias Perigosas (SNMMP) e o Governo no Ministério das Infraestruturas e Habitação, em Lisboa, que terminou sem acordo.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Investigação
Opinião Ver mais