Ministério Público investiga acordo entre Vieira e António Salvador

Ministério Público investiga acordo entre Vieira e António Salvador
Carlos Rodrigues Lima 14 de janeiro

DIAP de Lisboa tem em curso uma investigação sobre uma alegada ajuda dada pelo Sp. de Braga ao Benfica em 2010. Em contrapartida, clube resolveu diferendo com a Britalar. Transferência de Talisca também está a ser investigada

O Departamento de Investigação e Acção Penal de Lisboa (DIAP) está a investigar a suspeita de que o Sp. de Braga ajudou o Benfica a ser campeão nacional na época de 2009/201. Em contrapartida, Luís Filipe Vieira chegou a um acordo com o presidente do clube minhoto, António Salvador, para pagar à Britalar as obras no centro de estágio do Seixal e esta empresa terá ainda sido favorecida pela Câmara Municipal de Lisboa.

A existência deste inquérito foi revelado pelo próprio DIAP de Lisboa numa comunicação ao processo Cartão Vermelho, no qual são investidos os negócios pessoais de Luís Filipe Vieira, assim como a ligação entre estes e as transferências de jogadores no Benfica.

Em setembro do ano passado, o DIAP de Lisboa remeteu a investigação ao procurador Rosário Teixeira, do Departamento Central de Investigação e Acção Penal (DCIAP) questionando se os factos em causa teriam alguma ligação com o processo "Cartão Vermelho".

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Investigação
Opinião Ver mais