Médicos de Santa Maria que tiveram contacto com doentes de Covid-19 trabalham de máscara, diz sindicato

Lucília Galha , Ana Taborda 11 de março de 2020

Noel Carrilho, presidente da Federação Nacional dos Médicos, alerta que "um profissional de saúde que tenha contacto com o Covid-19 deve ser imediatamente colocado de quarentena, sobretudo para proteção dos doentes".

Depois de se saber que os dois doentes internados com pneumonia no Santa Maria têm, afinal, coronavírus, o hospital suspendeu os internamentos nas três unidades por onde os pacientes passaram – Medicina 1B, 2B e 2C. A decisão foi tomada depois de se perceber que os dois doentes podem facilmente ter contagiado várias pessoas. "Um deles passou três dias no corredor, onde passam visitas, com uma ventilação menos invasiva mas com recurso a aerossóis [este tipo de ventilação pode, potencialmente, espalhar um grande número de gotículas pelo ar]. Esteve nos serviços 2B e 2C", explica uma fonte próxima à SÁBADO. O outro caso, sabe à SÁBADO, esteve internado no terceiro serviço em causa, a Medicina 1B. Ambos estarão, agora, isolados numa unidade de cuidados intensivos respiratórios, juntamente com um terceiro doente infetado com o Covid-19. Parte dos médicos que estiveram em contacto com estes doentes teve, no entanto, instruções para continuar a trabalhar – de máscara.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Opinião Ver mais