Deputados... em part-time

Gustavo Sampaio 24 de julho de 2016

A contratação da ex-ministra Maria Luís Albuquerque pela Arrow Global gerou controvérsia. Mas trata-se de um caso excepcional? A SÁBADO detectou outros exemplos de acumulação de funções dentro e fora do parlamento

José de Matos Correia, deputado do PSD, acumula as funções de advogado da CMS Rui Pena & Arnaut e de membro do Conselho Consultivo de Negócios da A. T. Kearney Portugal. A CMS é recorrentemente contratada por entidades públicas: tem 31 contratos por ajuste directo registados no portal Base, com um valor global de cerca de 1,2 milhões de euros.

Quanto à A. T. Kearney, também já celebrou seis contratos por ajuste directo, perfazendo cerca de 722 mil euros no total. Esta empresa de consultoria de gestão tem várias unidades de negócio, inclusive no sector da Defesa. Ora, Matos Correia preside à Comissão Parlamentar de Defesa Nacional e integra a delegação portuguesa na Assembleia Parlamentar da NATO.

João Rebelo é deputado do CDS -PP, membro efectivo da Comissão Parlamentar de Defesa Nacional e da delegação portuguesa na Assembleia Parlamentar da NATO e consultor da Novabase, em simultâneo. A Novabase é um dos maiores fornecedores do Estado através de ajustes directos: cerca de 1.500 contratos, com valor superior a 134 milhões de euros. Na lista de entidades adjudicantes estão o Ministério da Defesa Nacional e os três ramos das forças armadas.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Investigação
Opinião Ver mais