Marcelo temia desastre "muito pior"

Alexandra Pedro 18 de abril de 2017

O Presidente da República acompanhou as operações de socorro em Tires

Marcelo Rebelo de Sousa fez questão de estar presente no local do acidente em Tires, onde acompanhou todas as operações de socorro, e esta terça-feira explicou porquê. O chefe de Estado disse que recebeu informações "muito piores" do que as que se viriam a confirmar, sobre a queda da avioneta, que acabou por fazer cinco mortos e quatro feridos e deixou nove pessoas desalojadas. 

"Estava próximo e as noticias que tinha eram muito piores", afirmou o Presidente da República em declarações aos jornalistas, acrescentando que foi informado que várias "habitações podiam ter sido atingidas também" pela queda da aeronave. 

"Temia-se isso e entendi que devia, estando ali ao lado, estar presente naquele momento que podia ter sido muito pior", frisou, lamentando as mortes e enviando os sentimentos aos familiares e amigos das vítimas do acidente.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Investigação
Opinião Ver mais