Madrasta de Valentina pode pedir que bebé fique na prisão

Madrasta de Valentina pode pedir que bebé fique na prisão
SÁBADO 20 de maio de 2020

Márcia tem possibilidade de pedir que filha de 7 meses a acompanhe na cadeia de Tires. Presunção de inocência faz com que qualquer decisão da tutela das crianças seja provisória.

Márcia, a madrasta de Valentina - a menina de 9 anos assassinada pelo pai em Peniche, num crime encoberto por aquela -, pode pedir que a filha mais nova, de sete meses, vá para a cadeia de Tires. A prisão tem capacidade para acolher crianças até aos três anos, mas a decisão deverá ficar nas mãos de um juiz do Tribunal de Menores e Família, depois de receber o processo da Comissão de Proteção de Crianças e Jovens. A situação, como alguns magistrados explicaram ao Correio da Manhã, está longe de ser líquida. Para já, a presunção de inocência faz com que qualquer decisão da tutela das crianças seja provisória. Também não há suspeitas de maus-tratos às duas filhas menores (a outra tem 4 anos), o que abona a favor de Márcia.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Investigação
Opinião Ver mais