DGS admite alargar recomendação de uso de máscaras

Jornal de Negócios 01 de abril de 2020

Resultados positivos em países europeus, tradicionalmente menos habituados a usar máscaras, está a levar a DGS a ponderar alargar a recomendação de uso a mais grupos.

Um grupo de especialistas da Direção Geral de Saúde (DGS) está a ponderar alargar a recomendação do uso de máscaras a mais grupos para combater a propagação do novo coronavírus, mas assegura que "de modo nenhum" será aceite o uso generalizado.

Segundo escreve o Diário de Notícias na sua edição desta quarta-feira, 1 de abril, o grupo que integra o Programa Nacional de Prevenção e Controlo de Infeções e Resistência Antimicrobianas está a rever a orientação sobre o uso de máscaras lançada no início do mês: até aqui, a DGS defendia que o uso deste material devia cingir-se a profissionais de saúde, pessoas infetadas com covid-19 e imunodeprimidos e a quem tivesse de circular em unidades de saúde por alguma razão.

Agora, e perante alguns casos de sucesso na Europa (Áustria e República Checa, descreve o DN), o grupo está a ponderar alargar a recomendação do uso a mais segmentos da população e de atividades profissionais que devem usar máscara para se protegerem.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Investigação
Opinião Ver mais