Covid-19

Covid-19: Variante delta triplicou letalidade em maiores de 80 anos

Covid-19: Variante delta triplicou letalidade em maiores de 80 anos
Diogo Camilo 14 de agosto de 2021

A variante delta fez aumentar a taxa de letalidade entre a população vacinada, mas o risco de morte nos mais idosos continua a ser três vezes menor em relação a não vacinados infetados com a variante britânica, dominante em fevereiro.

Depois do aumento do número de casos em julho, Portugal atravessa agora um pico de mortalidade por covid-19 com a vacinação já avançada. Seis em cada dez vítimas mortais da pandemia em agosto tinham mais de 80 anos e esta faixa etária em específico viu a mortalidade disparar nos últimos meses, mesmo com 96% das pessoas já completamente vacinadas. Para este crescimento contribuiu a variante delta que, desde que se tornou dominante no país, em junho, ajudou a fazer disparar a taxa de letalidade de maiores de 80 anos dos 3% para os 11,5%, o valor mais alto de vítimas mortais da pandemia entre infetados desde março. Mesmo assim, o valor é três vezes menor à letalidade registada em fevereiro (33%) com a variante britânica, no pico da 3.ª vaga.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Investigação
Opinião Ver mais