Advogado da Operação Marquês precisa de 78 mil anos para analisar processo

João Medeiros, advogado de Diogo Gaspar Ferreira, fez as contas à dimensão do processo e pediu, pelo menos, um ano para o analisar antes de decidir se avança para a fase de instrução


Perante a dimensão do processo - 115 volumes, com mais de 40 mil páginas, 3.500 escutas telefónicas e 13 mil milhões de ficheiros informáticos - o advogado João Medeiros, que representa o arguido Diogo Gaspar Ferreira, um dos sócios do empreendimento de Vale do Lobo, acusado de seis crimes, precisaria, a trabalhar oito horas por dia, de 28 milhões de dias de trabalho para analisar os autos, segundo contas do próprio.  Porém, num requerimento enviado ao Ministério Público, João Medeiros pede apenas um ano para decidir se avança ou não para a abertura da fase de instrução.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Investigação
Opinião Ver mais