A família de Carlos César, o seu poder, cargos e influência

A família de Carlos César, o seu poder, cargos e influência
Maria Henrique Espada 21 de maio de 2016

O pai preside ao partido, a mulher, Luísa, manda na Casa da Autonomia, o filho é deputado regional, a nora é assessora e o irmão era-o até há pouco

A revista SÁBADO poderia ter iniciado a sua indagação pelo meu tio -bisavô e pelo meu bisavô, que foram dirigentes do Partido Socialista Português fundado por Antero de Quental. Também, de permeio, poderia ter invocado o meu avô paterno, que foi presidente de junta de freguesia": Carlos César respondeu assim às questões da SÁBADO sobre o facto de várias pessoas do seu núcleo familiar mais próximo ocuparem cargos políticos e/ou de nomeação política.

A saber, a mulher, Luísa César, o filho, Francisco César, a nora, Rafaela Teixeira, e o irmão, Horácio, até há poucas semanas. A abundância de Césares no poder ou próximos dele deu origem a críticas da oposição regional (em particular, no caso da nomeação de Luísa César), mas Carlos César, líder parlamentar, considera-as "infundadas, com motivações pessoais e partidárias". Acrescenta: "Mas respondo sempre com bonomia e com sentido de esclarecer quem quiser ser esclarecido."

1 Carlos César
É patriarca e quem ocupou (e ocupa) cargos de maior destaque. Presidiu ao Governo Regional dos Açores, é presidente do PS e líder parlamentar, um dos mais destacados apoiantes de António Costa. Questionado sobre se teve qualquer tipo de interferência, política ou pessoal, nas várias nomeações e carreiras de vários familiares na área política, respondeu: "As interferências a que me dediquei foram outras e felizmente estão à vista em cada uma das ilhas dos Açores em benefícios dos meus
concidadãos."

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Investigação
Opinião Ver mais