Mais de 12 milhões a somar à bancarrota da Praça de Touros do Campo Pequeno
André Silva Porta-voz e deputado do PAN
29 de março de 2018

Mais de 12 milhões a somar à bancarrota da Praça de Touros do Campo Pequeno

Quisemos saber qual o posicionamento da Câmara Municipal relativamente aos apoios institucionais à tauromaquia. Principalmente quisemos uma justificação sobre os prejuízos financeiros para a autarquia decorrentes da cedência do direito de superfície.

O Grupo Municipal do PAN em Lisboa tem andado ocupado com mais uma polémica que envolve a indústria tauromáquica e a canalização de dinheiros públicos para esta prática. Desta vez trata-se da dívida de quase meio milhão de euros que a sociedade que explora a praça de touros do Campo Pequeno tem ao estado português e que abriu o caminho a uma série de outras evidências sobre os apoios institucionais que a Câmara Municipal de Lisboa poderá estar a dar. As dificuldades económico financeiras por que este espaço, no centro de Lisboa, está a passar veem comprovar a incapacidade da indústria da tauromaquia se auto financiar continuando a sobreviver à custa de dinheiros e outras benesses públicas.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login