Suécia e Turquia em troca de acusações sobre abusos sexuais

Alexandra Pedro 19 de agosto de 2016

Depois do Twitter da ministra dos Negócios Estrangeiros da Suécia, a Turquia respondeu com um cartaz publicitário

A ministra dos Negócios Estrangeiros da Suécia, Margot Wallström, escreveu uma publicação no Twitter sobre a Turquia ter alterado a legislação, anulando a lei que condenava todos os actos sexuais envolvendo crianças com menos de 15 anos como abuso sexual. A Turquia respondeu com um cartaz publicitário, escrito em inglês e turco. "Sabia que a Suécia tem a maior taxa de violações do mundo?", pode ler-se no aeroporto Atatürk

"A decisão turca de permitir sexo com crianças com menos de 15 anos deve ser revertida. As crianças precisam de mais protecção, contra a violência, abusos sexuais e não menos", escreveu Wallström no tweet.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Opinião Ver mais