Activista transgénero assassinada na Turquia

N.P.L. 19 de agosto de 2016

A sua imagem correu mundo no ano passado por se opor ao avanço policial na repressão de uma marcha de Orgulho Gay. Antes de morrer foi queimada e mutilada

A activista transexual turca, Hande Kader, foi encontrada morta numa rua dos arredores de Istambul a 8 de Agosto. O seu corpo apresentava marcas de ter sido queimado e mutilado. A mulher, de 22 anos, era prostituta e estava desaparecida há uma semana, a última vez que foi vista foi a entrar no carro de um cliente.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Investigação
Opinião Ver mais