Morreu Olga Kachura, a tenente-coronel russa que "gostava de matar ucranianos"

Morreu Olga Kachura, a tenente-coronel russa que 'gostava de matar ucranianos'
Tiago Neto 05 de agosto

A primeira mulher a ocupar uma alta patente no exército russo morreu instantaneamente depois de um míssil ucraniano ter atingido o carro em que seguia.

Tinha 52 anos, dois filhos e era conhecida por ser especialmente cruel contra ucranianos. Olga "Kursa" Kachura, a primeira tenente-coronel do exército russo, morreu esta sexta-feira quando um ataque de artilharia ucraniana atingiu o carro em que seguia, na cidade de Horlivka, região do Donbass.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Investigação
Opinião Ver mais