Mercedes, TV's e conhaque: os gastos luxuosos de Kim Jong-un

Mercedes, TV's e conhaque: os gastos luxuosos de Kim Jong-un
Diogo Camilo 23 de outubro de 2018

Dados aduaneiros revelam que, só nos últimos seis anos, a Coreia do Norte já importou da China pelo menos 3,5 mil milhões de euros em bens de luxo.

Desde a chegada de Kim Jong-un à liderança da Coreia do Norte em 2012, o regime já importou da China pelo menos 3,5 mil milhões de euros em bens de luxo. A revelação é feita por um parlamentar sul-coreano que consultou as estatísticas da alfândega chinesa.

A extravagância de Kim não é desconhecida mas, de acordo com o deputado do Partido da Liberdade da Coreia, Yoon Sang-hyun, muitos dos produtos chineses adquiridos pelo regime coreano nos últimos seis anos estão ainda sujeitos a embargo.

Só no ano de 2017, o país comprou mais de 550 milhões de euros em bens luxuosos à China – o que corresponde a 17,8% do total das importações da Coreia do Norte àquele país. "Se a Coreia do Norte gastasse esse dinheiro na compra de arroz, 1,65 milhão de toneladas poderiam ter sido compradas, o dobro das 800 mil toneladas compradas em 2017 ", comparou Yoon Sang-hyun.

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Investigação
Opinião Ver mais