Menina migrante presa nos EUA: "Não se podia brincar ou tomar banho"

Menina migrante presa nos EUA: 'Não se podia brincar ou tomar banho'
SÁBADO 02 de julho de 2019

Numa entrevista à Associated Press, menina relata falta de comida e de condições no centro de detenção para migrantes em Clint, Texas.

Uma menina de 12 anos, emigrante da América Central, descreveu como foi a sua estadia de quase duas semanas no centro de detenção da Patrulha de Fronteira em Clint, Texas, dizendo aos seus advogados que as crianças não tinham comida suficiente e eram "maltratadas".

Para continuar a ler
Já tem conta? Faça login
Para activar o código da revista, clique aqui
Investigação
Opinião Ver mais