Covid-19: Reino Unido regista 137 mortes, ultrapassa 44 mil

Lusa 03 de julho de 2020
Sábado
Leia a revista
Em versão ePaper
Ler agora
Edição de 23 a 29 de setembro
As mais lidas

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, instou as pessoas a "aproveitarem o verão de maneira sensata" devido ao risco de uma nova vaga de infeções. 

O Reino Unido registou 137 mortes de pessoas infetadas com o coronavírus nas últimas 24 horas, mais do que na véspera, aumentando para 44.131 o total desde o início da pandemia covid-19, anunciou o Ministério da Saúde britânico.

coronavirus londres
coronavirus londres REUTERS/Hannah McKay

Foram realizados ou disponibilizados 205,673 testes, dos quais 544 deram resultado positivo, pelo que o número de casos de infeção desde o início da pandemia aumentou para 284.276. 

Na quinta-feira tinham sido comunicadas 89 mortes e 576 novos infetados. 

Estes números são conhecidos um dia antes de ser autorizada a reabertura de bares e restaurantes, encerrados desde meados de março devido ao confinamento decretado para travar a pandemia de covid-19. 

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, instou as pessoas a "aproveitarem o verão de maneira sensata" devido ao risco de uma nova vaga de infeções. 

"A minha mensagem é aproveitem o verão de maneira sensata e garantir que tudo funciona. Não vamos estragar tudo agora. Precisamos de perceber que existe sempre um risco", alertou, numa entrevista à rádio LBC.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 521 mil mortos e infetou mais de 10,88 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Descubra as
Edições do Dia
Publicamos para si, em três periodos distintos do dia, o melhor da atualidade nacional e internacional. Os artigos das Edições do Dia estão ordenados cronologicamente aqui , para que não perca nada do melhor que a SÁBADO prepara para si. Pode também navegar nas edições anteriores, do dia ou da semana
Artigos Relacionados
Investigação
Opinião Ver mais